+

Tutoriais - Usuários

Acessando aplicações internas do DIN em uma máquina externa à rede do departamento

    Este tutorial visa demonstrar um método para se acessar um banco de dados do DIN a partir de diversas IDEs encontrando-se fora da rede do departamento utilizando o software PuTTY ou via linha de comando em Linux.

Criando um túnel utilizando o software PuTTY

  • Para utilização de outros serviçoes como RDP [Porta 3389] a servidores Windows apenas alterando-se no meno "Tunnels" a porta de destino "Source port" e campo "Destination" com as informações do servidor desejado.

      Atenção: devido à recente necessidade de utilização de chave RSA para acesso ao servidor Seringueira, insira sua chave privada no campo abaixo antes de seguir o tutorial. Caso não tenha criado seu par de chaves clique aqui

 

Criando um túnel SSH na linha de comando do Linux.

    Com os procedimentos abaixo é possível acessar tanto servidores quanto aplicações por meio de uma conexão segura. Por exemplo, acessar o serviço HTTP da máquina com IP 10.0.0.2 passando por um gateway 192.168.0.25 e expor na porta local 8080 o comando é:
 
$ ssh [-p porta] [usuario@]servidor_intermediario -L [IP_local:]porta_local:IP_destino:porta_destino
 
 
    Com isto é só abrir o navegador e digitar localhost:8080 para acesso.

Obs.:
* O IP_local se não definido é considerado 127.0.0.1;

* IP_destino é o IP da máquina destino a ser acessada:
      maquina local --> servidor intermediario --> maquina destino

* Depois de criado o túnel, só acessar 127.0.0.1:porta_local e terá acesso à maquina destino passando pelo servidor intermediário.

Conectar no Wireless UEM

        Para conectar-se à rede sem fio da UEM, siga as instruções do link abaixo:

Conexões Remotas

 Introdução 

Utiliza-se Conexão Remota em um computador quando precisamos acessá-lo de outra máquina. Uma conexão remota necessita de saber o local do host, geralmente identificado com o Nome da máquina ou o IP da mesma. Dessa forma, através de algumas ferramentas consegue-se estabelecer esta conexão. Nas próximas seções, serão apresentadas algumas dessas ferramentas.

Windows - WinSCP

O software pode ser obtido aqui

Uma vez logado, há a opção de abrir um terminal dentro do WinSCP.

• Clique no menu "Commands" e em "Open Terminal", ou use o atalho CTRL+T.

SSH

Segundo a Wikipédia, o Secure Shell ou SSH é, simultaneamente, um programa de computador e um protocolo de rede que permite a conexão com outro computador na rede, de forma a executar comandos de uma unidade remota. Possui as mesmas funcionalidades do TELNET, com a vantagem da conexão entre o cliente e o servidor ser criptografada.

Há várias maneiras de se conectar em outro computador via SSH, tanto pelo Linux quanto pelo Windows:

Linux - Modo Gráfico

GNOME
No GNOME, abra um diálogo para a execução de comando (Alt+F2) e digite:

ssh://[user]@[nomedamaquina]

Onde,

              [user] deverá ser substituído pelo usuário da máquina onde o usuário está se conectando (pode ser omitido caso seja o mesmo da máquina local) e; 

              [nomedamaquina] pode ser tanto o nome quanto o IP da máquina remota.

         

 

Há também a possibilidade de utilizar um assistente de conexão em:

  • Menu Locais → Conectar ao Servidor.

Em "Tipo de serviço" escolha SSH, preencha o formulário com os dados e clique em "Conectar".

  • Em "Tipo de Serviço" selecione ssh;
  • Em Servidor digite seringueira.din.uem.br;
  • Em Pasta, digite /home/usr/grupo/usuario (onde grupo se refere ao seu grupo - cc2005, in2006, etc... e usuario e o nome do seu usuário do din.);
  • Clique em "Conectar".

Será criado um ícone na área de trabalho referente à esta conexão. Dê um duplo clique sobre ele.

 

KDE

Caso utilize o ambiente gráfico KDE, ao abrir o diálogo para execução de comando (ALT+F2), troque as informações para:

 

Linux - Linha de Comando

SCP

SCP serve para copiar arquivos via SSH de uma máquina para outra de modo não interativo (Na verdade também funciona como o habitual cp em máquina local!). Podemos fazer transmissão de dados nos dois sentidos:

Da máquina LOCAL para a REMOTA:

scp arquivo.txt [usuario]@[maquina_remota:/pasta_de_destino]

Onde,

  • arquivo.txt é o arquivo a ser transferido;
  • usuario é o login a ser utilizado;
  • maquina_remota é o nome da máquina destino;
    • pasta_de_destino é o nome da pasta onde irá ser feito o upload do arquivo.

 Da máquina REMOTA para a LOCAL:

scp [usuario]@[maquina_remota:/pasta_de_origem/arquivo.txt] /[pasta_de_destino]

 

Onde,

  • usuario é o login a ser utilizado;
  • maquina_remota é o nome da máquina destino;
  • /pasta_de_origem/arquivo.txt é o arquivo a ser transferido;
    • pasta_de_destino é o nome da pasta onde irá ser feito o upload do arquivo.
 
SSH

O comando ssh permite que você abra um prompt de comando em outra máquina.

Obs: Em modo de linha de comando, utilizar o comando ssh só permite a VISUALIZAÇÃO de arquivos.

ssh [user]@[nomedamaquina]

 

Onde,

  • [user] deverá ser substituído pelo usuário da máquina onde o usuário está se conectando (pode ser omitido caso seja o mesmo da máquina local) e;
  • [nomedamaquina] pode ser tanto o nome quanto o IP da máquina remota.

Opcionais:

  • Pode-se usar o parâmetro -X ou -Y (em *BSD) para que seja possível o uso de programas gráficos.
  • Para especificar a porta do servidor use o parâmetro -p [porta].

 

SFTP
sftp [user]@[nomedamaquina] 

Onde,

  • [user] deverá ser substituído pelo usuário da máquina onde o usuário está se conectando (pode ser omitido caso seja o mesmo da máquina local) e;
  • [nomedamaquina] pode ser tanto o nome quanto o IP da máquina remota.

Criação de chave para acesso à sua conta no DIN

 Tutorial – Geração de Chaves RSA para acesso aos servidores do DIN 

Este tutorial visa auxiliar a gerar uma chave RSA para acesso aos servidores do DIN. As chaves RSA são requisitadas na conexão para autenticar o usuário.

Gerando a Chave – Linux/Mac

Para os usuários Linux/Mac, a geração da chave é realizada através de um comando que não requer privilégios administrativos:

> ssh-keygen -t rsa

Após a inserção do comando em console, você deverá responder algumas perguntas:

> Enter file in which to save the key (/home/<usuario>/.ssh/id_rsa):

Como a pasta padrão é aonde queremos a chave, você pode dar Enter sem responder nada;

> Enter passphrase (empty for no passphrase):

> Enter same passphrase again:

Como no passo anterior, deixe em branco estes dois campos.

Isso fará com que as chaves RSA sejam criadas dentro da pasta oculta .ssh, residente na sua pasta de usuário (/home/<usuario>). Dentro desta pasta você encontrará alguns arquivos, dentre os quais os arquivos id_rsa (chave privada) e id_rsa.pub (chave pública).

A chave privada identificará a sua máquina durante a sessão, portanto, deverá permanecer na mesma pasta; A chave pública deverá ser enviada para os analistas do DIN, portanto, devemos obtê-la através do comando:

> cat /home/<usuario>/.ssh/id_rsa.pub

A chave será exibida na tela.  A mesma deverá ser copiada e colada no corpo do e-mail em  texto para o endereço  ajuda@din.uem.br ,  e enviada através de sua conta de e-mail institucional,  juntamente com os dados abaixo:

  • Nome Completo
  • Curso
  • Ano de Ingresso

para que o analista responsável possa inseri-la nos servidores.

 

Gerando a Chave – Windows

Para a utilização em sistema Windows, utilizaremos o programa PuTTYgen, disponível no link: 

http://www.chiark.greenend.org.uk/~sgtatham/putty/download.html

Baixe o programa identificado como puttygen.exe.

Primeiramente, iremos utilizar o PuTTYgen para gerar e salvar as chaves no ambiente do usuário.

 Criação_chave_acesso_conta_DIN_01

 

Como na figura, devemos estabelecer o tipo em RSA e o  parâmetro “Number of bits in a generated key” em 2048. Em seguida, clique em Generate

  Criação_chave_acesso_conta_DIN_02

 

Observe que o programa necessita de dados aleatórios para a geração da chave, e, portanto, pede para que movimente o mouse dentro da área em branco disposta abaixo da barra indicadora; Para completar o processo, basta movimentar o mouse na área indicada até que a barra de progresso esteja completa. Após o término da geração da chave, a seguinte tela estará disponível:

  Criação_chave_acesso_conta_DIN_03

 

Entre os campos disponíveis, devemos modificar o Key comment inserindo uma identificação do tipo <usuário>@<computador>, por exemplo:

> usuariodin@maquina01

Os campos Key passphrase e Confirm passphrase deverão ser deixados em branco. Em seguida, devemos copiar a chave pública disponível no topo do programa:

 

A chave deverá ser copiada e colada no corpo do e-mail em  texto para o endereço ajuda@din.uem.brenviada através de sua conta de e-mail institucional,  juntamente com os dados abaixo:

  • Nome Completo
  • Curso
  • Ano de Ingresso

para que o analista responsável possa inseri-la nos servidores do DIN. Devemos também salvar a chave privada através do botão Save private key, salvando a chave em uma pasta segura (ou seja, que você possa encontrar futuramente para sua utilização); O arquivo de chave privada será solicitado todas as vezes que utilizar um programa de acesso SSH/SCP/SFTP, portanto, mantenha este salvo em sua máquina.

Instalação das impressoras RICOH SP 4510SF da sala 223 no Windows 10

    PRÉ-REQUISITOS

 Driver da Impressora  RICOH SP 4510SF  32Bits pode ser obtido clicando aqui

 

 Driver da Impressora  RICOH SP 4510SF 64Bits pode ser obtido clicando aqui

 

Procedimentos para instalação das impressoras da sala 223 identificadas pelos nomes CN4 ou CN6

OBS: Para instalar a impressora CN6 basta trocar o nome CN4 que está no tutorial a baixo por CN6

  • Atenção: Exclua a instalação de todas as impressoras antigas que se encontravam na sala 223.
  • Descompacte o arquivo de driver que você baixou;
  • Vá até o "Painel de Controle" e "Dispositivos e Impressoras" ;
  • Clique em "Adicionar uma Impressora >" e em seguida selecionar a opção "A Impressora que desejo não está na lista";
  • Selecionar "Adicionar uma Impressora usando um endereço TCP/IP ou nome de host";
  • Clique em "Avançar >";
  • Em tipo de dispositivo selecione Dispositivo TCP/IP;
  • Preencher o campo "Nome do host" com cn4.din.uem.br e desmarque a caixa "Consultar a impressora e selecionar automaticamente o driver a ser usado";
  • Clique em "Avançar >";
  • Clique no botão "Com Disco >";
  • Clique em "Procurar > ";
  • Procure pela pasta descompactada disk1 e selecione o arquivo OEMSETUP.INF;
  • Clique em "Abrir >", em seguida clique em "Ok >";
  • Clique em "Avançar >";
  • Se perguntado "Que versão do driver você deseja usar?" selecione Substituir o driver existente
  • Digite o nome CN4 para a impressora e clique em "Avançar";
  • Clique em "Concluir";
  • Vá até "Dispositivos e Impressoras" e clique com o botão direito sobre a impressora CN4 e selecione "Preferências de Impressão";
  • Na aba "Papel", certifique-se que nas "Opções de Papel", o "Tamanho do Original" esteja como A4 e em "Tamanho de Saída" esteja como 'Igual ao tamanho do original';
  • Aplique as alterações e clique em OK.

Sistema de Avisos do DIN

Acessando sua conta

 Acesse: http://avisos.din.uem.br/users/password/new 

  • Insira sua conta de e-mail e clique em "Send Reset Instructions". A conta de e-mail cadastrada é a conta do DIN, caso não possua a conta cadastrada é a conta institucional. 

  • Aguarde o e-mail enviado por avisos_DIN para alteração de senha. OBS: caso não encontre na caixa de entrada principal, checar “SPAM”.

  • Proceda com a alteração de senha seguindo o link recebido por e-mail.

 

Adicionando conteúdo na tela de avisos

 Acesse http://avisos.din.uem.br

  • Selecione a aba “Text"
  •  Após efetuar o login clique em “Add” na aba “Content”
  • Após selecionada a aba “Text: Selecione o formato “Ticker” ou “Text”

Ticker:

Mensagens menores que serão exibidas no rodapé do painel.

Text:

Mensagens maiores que serão exibidas na parte direita da painel.

  • Insira o conteúdo que deseja exibir no painel na caixa vazia abaixo

  • Insira o nome da postagem (nome qualquer)

  • Selecione o data de início e término da postagem

  • Clique em "Select a Feed..." e selecione o Feed "Professores" (caso haja dificuldade em selecionar o feed aguarde trinta segundos e tente novamente).

  • Clique em “Submit Content”

Após efetuar esses passos é necessário liberar a postagem da seguinte maneira:

 

  • Clique em “Professores”, logo abaixo de “Submission Status” localizado na parte central à esquerda

Tutoriais - Usuários

Este site concentra informações úteis aos usuários dos recursos computacionais do DIN.